sábado, 9 de abril de 2016

O passe nos comunicantes da reunião mediúnica



   Allan Kardec foi um pesquisador, e todos sabemos que as bases da Doutrina Espírita surgiram das experiências que ele vivenciou. A metodologia adotada por Allan Kardec desde o primeiro momento em que presenciou em Paris às manifestações que pertenciam ao Espiritualismo Moderno permitiu-lhe entrever a compreensão daquela fenomenologia e as consequências morais que dela adviriam. Ele resolverá criar uma nova doutrina - o Espiritismo, fazendo constar na introdução do seu primeiro livro uma abrangente lista de princípios que até hoje não precisaram de correção.   É baseado na experiência e discernimento do fundador que iremos nos utilizar aqui de alguns excertos colhidos em A Gênese e na Revista Espírita, para analisarmos se a aplicação de passe em comunicantes necessitados poderá ser de utilidade. 
1. “Sendo o perispírito dos encarnados de natureza idêntica à dos fluidos espirituais, ele os assimila com facilidade,  como uma esponja se embebe de um líquido.” (A Gênese, cap. 14, item 18)
2. “O pensamento do encarnado atua sobre os fluidos espirituais, como o dos desencarnados, e se transmite de Espírito a Espírito pelas mesmas vias e, conforme seja bom ou mau, saneia ou vicia os fluidos ambientes.” (A Gênese, cap. 14, item 18)
3. “Como procede um magnetizador comum? Suponhamos que queira agir sobre um braço, por exemplo: concentra sua ação sobre esse membro, e por um simples movimento de seus dedos, executado à distância e em todos os sentidos, agindo absolutamente como se o contato da mão fosse real, ele dirige uma corrente fluídica sobre o ponto desejado. O Espírito não age de outro modo; sua ação fluídica se transmite de perispírito a perispírito, e deste para o corpo material.” (Revista Espírita- Setembro 1865)
   Essas considerações nos permitem considerar a possibilidade de nós, encarnados, podermos aplicar passes com eficácia em visitantes necessitados na reunião mediúnica, pois como se lê em Kardec, preenchemo-nos facilmente com fluidos espirituais (1) e sobre eles exercemos ação (2), e transmitimos os mesmos fluidos espirituais de perispírito a perispírito (3), seja o paciente encarnado ou desencarnado. Muitos comunicantes necessitados costumam apresentar lesões perispirituais e poderemos experimentar tratá-las estabelecendo uma fase ambulatorial na doutrinação.  
fonte da imagem: http://www.ceakitajuba.org.br/atendimento/reuniao-mediunica

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...