segunda-feira, 23 de maio de 2016

Anais do Magnetismo, recomendado por Kardec

   A obra Annales du Magnétisme Animal é
recomendada por Allan Kardec, em seu ‘Catálogo Racional das Obras para se Fundar uma Biblioteca Espírita’. Os Anais foram escritos nos anos de 1814 e 1816, e constituíam-se em fascículos de 48 páginas, contendo relatos das experiências do magnetizador Puységur, artigos sobre a história do magnetismo animal antes de Mesmer, artigos teóricos de classificação do transe mediúnico à época denominado ‘crise’ e inúmeros relatos de tratamentos.
   Às páginas 6-8 da Introdução do nº 1 lançado em julho de 1814, os editores mostram as dificuldades de aceitação enfrentadas pelos magnetizadores no início daquele século, e as propostas de esclarecimento oferecidas aos leitores pela publicação dos Anais.

Que se levantem as vozes que a ele devem a vida e a saúde, e falem aos seus concidadãos que é ao Magnetismo que devem esses benefícios, e que uma falsa vergonha não lhes impede de proferir testemunhos públicos. Que a confiança geral se estabeleça, e com ela a esperança derrote a crença de que os males são incuráveis.
Quem poderia acreditar que uma descoberta tão útil para a saúde, e tão propícia ao esclarecimento, fosse repelido com a indiferença mais imprudente? Sem nenhum conhecimento da causa, hão decidido que tudo não passa de um absurdo conhecimento do assunto, decidem que se trata de um absurdo, porque não encontram nele nenhuma relação com o conhecimento que detêem; assemelham-se aos membros da Inquisição, que forçaram Galileu a afirmar que a Terra não se movia. Tal é a sorte do magnetismo animal, e da mesma forma serão atacadas as grandes descobertas que o futuro nos reserva.

A descoberta do magnetismo animal é ainda muito recente, e muitas pessoas desconhecem o sentido da expressão ‘magnetismo animal’ ou equivocam-se quanto ao seu real significado, ocorrendo enganos até mesmo entre os que o praticam. Entre os objetivos deste jornal está a apresentação de um curso completo onde tudo será analisado e comparado, de modo a proporcionar a conclusão dos benefícios que o Magnetismo traz à sociedade.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...