domingo, 19 de junho de 2016

Os cursos de Passe

A ampla temática necessária aos cursos de Passe merecem considerações de embasamento moral e técnico para a
Leon Denis
devida formação individual do candidato a médium passista, seja no quesito de sua renovação de atitudes mentais e de relacionamento, seja no que diz respeito ao estudo do que pode ser considerada a teoria e a prática concernentes à sua melhor aplicação bem como ao seu aprimoramento.
Inicialmente, tomemos por patrono de quaisquer de nossas apreciações relativas aos cursos de formação de trabalhadores na casa espírita, o alerta de Leon Denis – insigne filósofo e cientista espírita da segunda metade do século XIX e início do século XX -, o qual reafirma em nós, a responsabilidade dupla de conduzirmos esforços na direção do avanço do Espiritismo, e de fazê-lo no rumo acertado:

O Espiritismo será o que os homens fizerem dele. (Leon Denis, no livro No Invisível, Introdução)

Consideramos natural que os estudos imprescindíveis aos candidatos a aprendizes da atividade do passe incluam o estudo e prática da oração e da reforma íntima, pois como assevera a obra “Magnetismo Espiritual”, de Michaelus, editada pela Federação Espírita Brasileira, as experimentações não podem prescindir de atitude adequada:


É indispensável, porém, que no limiar desse maravilhoso laboratório nos apresentemos de coração puro. Esta é a condição do longo aprendizado que nos dará a posse de todas as verdades e de todo o saber. (Michaelus, Magnetismo Espiritual, FEB, p. 7)

Além das conhecidas conceituações específicas sobre os procedimentos técnicos do passe, contidas nas obras de Allan Kardec e em obras espíritas complementares, gostaríamos de incluir, nesse rol, a lista de livros indicada por Allan Kardec para leitura e apreciação sobre o estudo e aplicação da imposição de mãos e do passe, conforme constantes do seu Catálogo Racional das Obras para Fundar uma Biblioteca Espírita. Algumas dessas obras já se encontram traduzidas para o idioma português:
- Anais do magnetismo animal
- Revista Magnética, por Gauthier
- Tratado de Sonambulismo, por Bertrand
- Correspondência entre Deleuze e Billot
- Esboço da Natureza Humana, por Chardel
- Fisiologia, Magnetismo e Metafísica do Magnetismo, por Charpignon (já traduzida)
- Instrução Prática sobre o Magnetismo Animal, por Deleuze (já traduzida)
- Tratado de Magnetismo em 12 Lições, por Du Potet (já traduzida)
- A Arte de Magnetizar, por LaFontaine
- Memórias e Aforismos, por Mesmer
- Curso de Magnetismo em 12 Lições, por Millet
- Memórias para servir à história e à implantação do Magnetismo, por Puysegur
- Cartas ódico-magnéticas, por Reichenbach
- Manual Prático de Magnetismo Animal, por Teste

 As obras acima referidas certamente deverão ser objeto de interesse dos monitores de grupos de estudo do passe, que saberão sintetizar-lhes as apreciáveis conceituações. Aquelas que ainda não estão traduzidas aguardam de todos nós, o esforço concernente à sua tradução.
    
 Acreditamos que um curso do passe, após semanas bem conduzidas de instrução teórica, não pode prescindir da experimentação monitorada, de modo que os aprendizes sejam acompanhados no relato de suas percepções e sensações e obtenham, de si mesmos, o avanço gradual da ciência em seus procedimentos e análises necessárias, pois é o que nos concita Allan Kardec em ‘O Livro dos Médiuns’:

A instrução espírita não abrange apenas o ensinamento moral que os Espíritos dão, mas também o estudo dos fatos. Incumbe-lhe a teoria de todos os fenômenos, a pesquisa das causas, a comprovação do que é possível e do que não o é; em suma, a observação de tudo o que possa contribuir para o avanço da ciência. (Allan Kardec, O Livro dos Médiuns, segunda parte, cap. 19, item 328, questão 444)


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...