sábado, 23 de julho de 2016

A ação magnética, segundo Gauthier

   O Tratado Prático do Magnetismo, de Aubin Gauthier, reúne todos os ensinamentos
Aubin Gauthier
magnéticos conhecidos até 1845.

    Saboreemos alguns aforismos coletaneados por Gauthier:
      
      "Para agir magneticamente, basta querer. A partir do momento que se deseja, a vontade se transforma em ato visível ou sensível”. (cap. 2, p.2)
            "O magnetismo é a comunicação das forças vitais de um homem a outro". (cap.3, p. 5)

  Gauthier nos presenteia com arranjos de historicidade que nos permitem compreender a sucessão de esforços dos variados pesquisadores:
           
          "Quando o doutor Mesmer aplicou o magnetismo na cura das enfermidades, concebeu uma teoria e criou seus procedimentos; mais tarde Puysegur, ocupando-se unicamente com o sonambulismo, estudou seus enfermos e ampliou o seu poder de vontade; finalmente, Deleuze, quarenta anos após Mesmer, aproveitando as lições deste grande gênio e as observações de Puysegur, Bruno, Lutzelboug, Roullier, Fournel, Tardy de Montravel e outros eminentes magnetizadores, somando-se o que aprendeu com a própria experiência, publicou uma Instrução Prática para as pessoas que quisessem iniciar-se na arte da magnetização. Nesta obra, Deleuze firmou princípios invariáveis, indicou procedimentos obrigatórios e outros facultativos, alçando a ciência magnética, a partir de então, ao estado de arte." (cap..4, p. 3-4)


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...