domingo, 18 de fevereiro de 2018

O Livro dos Espíritos e os espíritas

    O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec, nos esclarece a respeito dos objetivos da ciência espírita:
A ciência espírita compreende duas partes: experimental uma, relativa às manifestações em geral; filosófica, outra, relativa às manifestações inteligentes.(1)
    Toda ciência que não leva a amar é uma ciência estéril, afirma Raquel Mendes Miguel (2), citando Léon Denis (3), categorizando a junção de filosofia e ciência como um aspecto científico peculiar. 
    Como, entretanto, confirmar que o Espiritismo é uma ciência? Bastará que Kardec assim o tenha afirmado, ou poderemos recorrer às ciências para confirmá-lo? Segundo Silvio Seno Chibeni (4), à área denominada Filosofia da Ciência confirma que o Espiritismo é uma ciência porque tem "um núcleo rígido de hipóteses teóricas básicas, suplementado por um cinturão protetor de hipóteses auxiliares que serve para ligar e ajustar o núcleo aos fenômenos de que a ciência [espírita] trata". Chibeni esclarece ainda, que toda ciência precisa de um programa de pesquisa progressivo que "leve sistematicamente à descoberta de novos fatos", caso contrário a doutrina deixará de ser ciência.
    Talvez possamos pensar com Allan Kardec (5) , que se os espíritas encarnados não realizarem seus compromissos perante a doutrina espírita, ela deixará de ser ciência, pois "Os Espíritos não se manifestam para libertar do estudo e das pesquisas o homem, nem para lhe transmitirem, inteiramente pronta, nenhuma ciência. Com relação ao que o homem pode achar por si mesmo, eles o deixam entregue às suas próprias forças." 

Fontes:
1.  KARDEC, Allan, O Livro dos Espíritos, Introdução, item XVII, FEB, 9ª edição, p. 46
2. MIGUEL, Raquel Mendes, Questão Ambiental à Luz do Espiritismo - Um novo olhar para superação da crise, Biblioteca 24 horas, 2014, p. 53
3.  DENIS, Léon. No Invisível, FEB, 1919
4.  CHIBENI, Silvio Seno, A excelência metodológica do Espiritismo, Reformador, FEB, novembro 1988, pp. 328-333
5.  KARDEC, Allan, A Gênese, cap. 1, item 60, FEB, p. 64

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...