sexta-feira, 18 de maio de 2018

Visitando as essências da doutrina espírita (1)

  Utilizemo-nos de alguns livros escritos pelo autor espiritual Emmanuel, na busca dos modos para
estabelecimento do sentimento de contentamento como motriz permanente, ativada no imo da alma.
Diz-nos o Espírito Emmanuel, no livro 'Caminho, Verdade e Vida', que "o bom trabalhador (...) tem bom ânimo [e] encontra na aspereza da semeadura e no júbilo da colheita igual contentamento."
   Adiante, o mesmo autor, no livro 'Pão Nosso', instrui: "Quem revela energia suficiente para abraçar a vida cristã, encontra recursos de auxiliar alegremente."
   Encontramos ainda, no livro 'Fonte Viva': "O contentamento de ajudar é um dos sinais de nossa fé." 
   Acrescentamos aqui, a frase constante do livro 'Palavras da Vida Eterna': 'A paz e o concurso fraterno, a explicação e o contentamento são obras morais que pedem serviço edificante como as realizações da esfera física."

   Podemos verificar nessas referências, que, quando determinamos em nosso íntimo que o contentamento se torne sentimento sempre presente, o júbilo viverá perenemente em nosso íntimo, seja nas ações próprias de nossos deveres, como também na colheita dos resultados. Deste modo, a felicidade íntima estará em nós em todos os momentos, antes mesmo dos resultados de nossas ações sadiamente realizadas. 
   Também podemos colher nesses textos, que o contentamento demonstra que estamos apoiados na fé, ou que a fé necessariamente se faz companheira do sentimento de contentamento acalentado no interior de nossa alma, o que significa grande ganho, pois contentamento e fé irão fortalecer duplamente as couraças da alma - e todos nós precisamos de fortaleza nos embates necessários.
   E, finalmente, o autor Emmanuel nos inclina a considerar ser a aquisição do contentamento permanente, é 'obra moral', indicando que tal se alcança por meio de um processo de esforço dirigido no campo da própria alma. 
   Saibamos construir individualmente, na aplicação dos comandos mentais igualmente disponíveis em todos nós, as estruturas psíquicas que nos garantirão tal avantajamento.   

fontes: os mencionados livros são da psicografia de Francisco Cândido Xavier

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...